RAO Montana

Rao Montana é músico, compositor e produtor musical, dentre outras atividades pessoais profissionais. Brasileiro nascido na capital de São Paulo, teve grande influência das sonoridades da década de 70 (ano em que veio ao mundo), sobretudo do Hard Rock e do Blues.

A paixão pela música, incluindo a criação, composição e produção sempre ocupou um espaço importante em sua vida. A década de 80 e os anos 90 foram os períodos de maior atividade nos palcos e nos shows, participando de diversas bandas e projetos musicais.

A fama e o glamour nunca foram objetivos de Rao, que encontra o sucesso no simples prazer de traduzir suas inspirações e experimentos em obras musicais com independência e livre de rótulos e modismos.

Nos últimos anos, busca conciliar o lado artístico com as demais atividades profissionais como executivo e empreendedor, dedicando mais tempo aos projetos em estúdio e às gravações de composições próprias e originais.







Bio

Começava a década de 80 e um grande alvoroço musical no mundo do rock e do pop quando o garoto Rao Montana desapegou de Vivaldi, Beethoven, Mozart, Chopin e trocou suas aulas de piano por uma guitarra de segunda mão adquirida de um vizinho.

Foi o despertar para novas sonoridades que logo se completaram quando Purple, Van Halen, Stevie Ray Vaughan e AC/DC preencheram a prateleira da pequena estante em seu quarto. Rao Montana fora abduzido pelo Rock'n'Roll...

Com as primeiras aulas básicas de guitarra, Rao já ousava criar suas próprias canções. Aos 13 anosformou sua primeira banda com um amigo do colégio. Horda e Salvatagem foram os nomes das duas primeiras bandas de Rao entre 1984 e 1985.

1986, aos 15 anos, Rao escreveu uma canção para o Festival do Colégio Objetivo (FICO) e formou a banda Luzes do Futuro. Em 1987 entrou para a Banda Paradoxo e gravou seu primeiro vinil em 1989.

No início dos anos 90, Rao dedicou-se às composições próprias, às gravações e aos primeiros passos na música digital e após uma rápida passagem pela banda Tutty Buddy, Rao exerceu sua paixão pelas pentatônicas na Beer and Blues por volta de 1996. Dois anos mais tarde, encarou o country rock e formou a banda Django Jack, que ficou famosa nos eventos do interior de São Paulo no início dos anos 2000.

Mais de três décadas depois, Rao ainda conserva a paixão pela música e reúne algumas obras especialmente regravadas em 2016 para o projeto Rao Montana. 30 ANOS. 30 SONS.







Bandas

Apesar de ter iniciado seus primeiros acordes na guitarra em 1982 e ter formado algumas bandas nos primeiros anos de rock, o ano de 1986 foi especialmente marcante para registrar o início das atividades de Rao Montana como compositor, músico e produtor.

A cançao "A luz do seu futuro" foi composta e gravada por Rao para participar do XV FICO - Festival Interno do Colégio Objetivo, em 1986. A banda Luzes foi formada, principalmente, para as diversas apresentações nas eliminatórias do festival. Saiba Mais...
Formada em 1987, a banda PARADOXO trazia uma proposta diferente aos palcos de São Paulo, influenciada pelo crescimento do hard rock e hair metal no exterior, combinando com letras sobre festa, mulheres e rock´n´roll. Com várias composições próprias (em portugês e inglês), gravou em 1989, um vinil com 3 faixas, após a término da banda.
Saiba Mais...
O repertório reunia os grandes clássicos do Blues e do rock, o que garantia a boa receptividade do público em todas as ocasiões. A qualidade musical diferenciava a “Beer and Blues” das demais bandas da época devido à capacidade de improvisação e a dinâmica durante as apresentações.
Saiba Mais...
No final da década de 90, a banda Django Jack trouxe inovação aos bailes country, sobretudo no estado de São Paulo, incorporando uma pegada "Southern Rock" com guitarras mais pesadas e marcantes.
Saiba Mais...